A topnotch WordPress.com site

O método de estriamento em placa permite a obtenção de colônias bacterianas puras, ou seja, formadas a partir de uma unidade formadora de colônia.

O procedimento se inicia pela esterilização de uma alça de platina (flambando-a na chama do bico de Bunsen), lembrando-se de permitir seu resfriamento por alguns segundos.

Após o resfriamento, obtêm-se um inóculo a partir de o crescimento bacteriano em caldo. Realiza-se o inóculo em meio sólido em um ponto, e esteriliza-se a alça de platina, antes de disseminar o inóculo sobre o meio de cultivo sólido. Inicialmente, realiza-se o espalhamento a partir do inóculo em linhas horizontais. E, na sequência, a partir, destas linhas, produz-se zigues-zagues do inóculo em ângulos de 90º. Isto permitirá, após a incubação, a obtenção de colônias puras.

Observe que as placas de Petri são incubadas invertidas (ou seja, com a tampa para baixo). Isto é importante para prevenir contaminação do meio pela água de condensação.

Durante a incubação as bactérias multiplicarão e formarão colônias.

A flambagem da alça de platina entre cada mudança de sentido do repique, garantirá a redução do inóculo no estriamento que permitirá a obtenção de colônias puras.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: